[ARTIGO] Avaliação da influência na qualidade do biodiesel pelo uso de soluções de ácido cítrico e ácido clorídrico para neutralização do catalisador

18/01/2018 - 14:49

AUTORES: Weine Amorim Azeredo (LAMES/IQ/UFG, wamoredo@hotmail.com.br), Nelson Roberto Antoniosi Filho (IQ/UFG, nelson@quimica.ufg.br).

RESUMO: O uso de óleos de fritura residuais (OFR) para a produção de biodiesel é promissora, visto principalmente seu baixo custo. Entretanto a baixa qualidade dessa matéria prima afeta diretamente o biodiesel produzido. Os OFR apresentam elevados teores de compostos oxidados que afetam diretamente a estabilidade oxidativa do biocombustível produzido. Segundo Gonçalves (2012)1, o uso de solução de ácido cítrico 0,3 mol/L na etapa de neutralização do catalisador promove o aumento da estabilidade oxidativa do biodiesel. Assim, foram então comparadas a qualidade de um mesmo biodiesel, que foi dividido em duas porções, sendo que em uma o catalisador foi neutralizado com o uso de solução ácido clorídrico 0,5 mol/L e a outra com ácido cítrico 0,3 mol/L.

Trabalho Apresentado no 6° Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia de Biodiesel e 9º Congresso Brasileiro de Plantas Oleaginosas, Óleos, Gorduras e Biodiesel.

Trabalho completo: Livro 2, p. 707

Por Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia de Biodiesel

União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene - Ubrabio - Todos os direitos reservados

SCN Quadra 01 Bloco C - nº 85 - Sala 304, Edifício Brasília Trade Center - Brasília/DF

CEP.70711-902 - Telefone (61) 2104-4411 - E-mail: faleconosco@ubrabio.com.br

  • Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
  • Embrapa
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  • Ministério de Minas e Energia
  • Casa Civil
Redes sociais
  • Facebook
  • Flickr
  • Linkedin
  • Twitter
  • YouTube
Moringa Digital Clique e conheça