[ARTIGO] “Avaliação da localização das usinas de biodiesel no Brasil”

16/03/2017 - 14:22

TÍTULO: “Avaliação da localização das usinas de biodiesel no Brasil”

AUTORES: Monique da Silva dos Santos (UFRJ) Donato Alexandre Gomes Aranda (UFRJ) Carlos Alberto Nunes Cosenza (UFRJ).

RESUMO: Hoje, os biocombustíveis se destacam no cenário energético mundial devido à conscientização sobre os impactos da dependência de fontes fósseis nos modelos de desenvolvimento. Nesse contexto, o biodiesel apresenta grande potencial como substituto parcial ou total do diesel sob as perspectivas ambiental e socioeconômica. Para garantir o seu uso no Brasil e aumentar sua competitividade é imprescindível identificar os problemas existentes em sua cadeia produtiva e solucioná-los. Com o propósito de contribuir nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a localização atual das usinas de biodiesel no Brasil, aplicando o Modelo de Análise Hierárquica COPPE-COSENZA, que foi desenvolvido a partir de conceitos da lógica fuzzy e consiste em realizar um confronto entre a demanda industrial e a oferta territorial de fatores. Foi avaliado o atendimento de 51 municípios brasileiros a quatro tipos de usina, considerando 24 fatores relativos aos insumos, produtos e resíduos da atividade estudada, às utilidades básicas, à infraestrutura e às questões econômicas, sociais e políticas relevantes para o tema. A metodologia adotada forneceu como resultados finais índices locacionais que indicam o nível de equilíbrio entre a demanda e a oferta. Constatou-se que no caso de produção de biodiesel com rota metílica, somente oito municípios são favoráveis aos empreendimentos não integrados ao processamento de oleaginosas, enquanto apenas um município pode atender satisfatoriamente às usinas integradas à obtenção de óleos vegetais. No caso de utilização de rota etílica, só quatro localidades possuem índices apropriados às plantas não integradas ao processamento de oleaginosas (o que não necessariamente significa viabilidade econômica), enquanto nenhuma localidade apresenta atendimento suficiente aos projetos integrados. Para as quatro configurações de usina, os melhores índices obtidos referem-se aos municípios da Lapa (PR) e de Araraquara (SP). Em contrapartida, os piores resultados foram verificados para Guamaré (RN), Iraquara (BA), Ji-Paraná (RO), Nova Marilândia (MT), Paraíso do Tocantins (TO), Porto Nacional (TO) e Quixadá (CE), indicando maior necessidade de investimentos em logística e infraestrutura nestes locais.

Clique aqui para acessar o trabalho na íntegra (Capítulo 2: p.41-61)

União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene - Ubrabio - Todos os direitos reservados

SCN Quadra 01 Bloco C - nº 85 - Sala 304, Edifício Brasília Trade Center - Brasília/DF

CEP.70711-902 - Telefone (61) 2104-4411 - E-mail: faleconosco@ubrabio.com.br

  • Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
  • Embrapa
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  • Ministério de Minas e Energia
  • Casa Civil
Redes sociais
  • Facebook
  • Flickr
  • Linkedin
  • Twitter
  • YouTube
Moringa Digital Clique e conheça